Neste artigo, você encontrará informações sobre os seguintes exames, realizados pela CRYA Medicina Diagnóstica:  Histerossalpingogafia e Ultrassom transvaginal com preparo intestinal (rastreio de endometriose).

Para fazer seu agendamento, clique aqui.

Histerossalpingogafia

O que é?

A Histerossalpingografia, também conhecida como HSG, é o exame que permite avaliar as tubas (trompas), a cavidade uterina e o canal cervical.

Indicação:

A Histerossalpingografia realiza a avaliação do útero e das trompas uterinas.

Entre em contato para saber mais

Como é realizado:

O exame de histerossalpingografia é realizado com a paciente em posição ginecológica, na sala de Radiologia.

Após rigorosa limpeza da região pélvica, é introduzido espéculo ginecológico. Por meio de fino tubo de plástico especial (cateter), é injetado líquido (contraste) que permite avaliar o útero e as trompas.

Várias imagens são realizadas em diferentes posições, sendo a última a radiografia (Cotté). Radiografia tardia recebe o nome de Cotte.

Agende seu exame pelo WhatsApp

Ultrassom transvaginal com preparo intestinal (rastreio de endometriose)

O que é?

O exame mais comum para descobrir a endometriose é o ultrassom transvaginal com preparo intestinal. O exame também é chamado de ultrassonografia transvaginal, popularmente conhecido por exame das trompas ou exame para endometriose

Indicação:

A endometriose é o crescimento do tecido normal do endométrio “fora do útero”.

O endometrioma pode ser encontrado nos ovários, no peritônio e nos ligamentos uterinos. Em alguns casos, o endométrio se instala em órgãos adjacentes, como bexiga e intestino. A endometriose acomete cerca de 10 a 15% das mulheres em idade reprodutiva e 30% das mulheres com infertilidade.

O exame mais comum para descobrir a endometriose é o ultrassom transvaginal com preparo intestinal. O exame também é chamado de ultrassonografia transvaginal, popularmente conhecido por exame das trompas ou exame para endometriose.

Saiba mais sobre o exame de endometriose

Como é realizado:

Para a realização desse exame transvaginal, é preciso que haja um preparo do intestino, no dia anterior, por meio da ingestão de laxantes, para que haja redução significativa do resíduo intestinal. A bexiga também deve estar parcialmente cheia para a avaliação das suas paredes.

O ultrassom detecta possíveis focos de endometriose e é realizado tal qual ultrassom transvaginal comum, a diferença é o preparo do intestino, que deve estar esvaziado para melhor visualização. O ultrassom transvaginal para detecção da endometriose também é mais demorado que um exame transvaginal comum, tendo a demora de aproximadamente 30 minutos.

Agende seu exame clicando aqui